segunda-feira, 27 de março de 2017

Essa nossa Justiça é uma piada! Gol dá R$ 4 milhões a índios por “danos espirituais” pelo acidente com o Legacy

Destroços estão na mata até hoje e, para a tribo que vive ali, a terra ficou contaminada pelo querosene do avião e marcada pelo sangue das vítimas.

Quase 11 anos se passaram desde que um Boeing da Gol se chocou contra um jato Legacy, em Mato Grosso, matando 154 pessoas. Os destroços estão na mata até hoje e, para os índios que vivem ali, a terra ficou contaminada pelo querosene do avião e marcada para sempre pelo sangue das vítimas. A questão levou a um acordo judicial inédito e milionário: a Gol vai pagar aos índios R$ 4 milhões por perdas materiais e espirituais.

Quatro milhões para meia dúzia de uga-ugas latifundiários que nem sequer foram atingidos? Danos espirituais? Aliás, segundo consta, o lugar da queda não é reserva indígena. Claro que, enquanto isso, os dois pilotos do Legacy que causoaram o acidente continuam impunes.


Os gatos pingados de ontem

Enquanto a esquerdopatia vigente comemora, tem muita gente decepcionada, mas, do baixo comparecimento nas manifestações de ontem pode-se tirar algumas conclusões.

Um dos problemas é que os “direitos” – e não necessariamente a direita – estão em processo de pulverização. Há os que não param para pensar e elegeram o Bozonaro como ídolo; há outros que não medem consequências e pedem o “fora Temer”; há os que acham que a volta dos militares é panaceia; tem também os adeptos da monarquia; uma boa parte se concentra em exigir a prisão imediata do Lula; outros ainda, têm o foco na Lava Jato e por aí afora. Com tantos focos a coisa vira um picadeiro de circo, com todos os artistas se apresentando ao mesmo tempo, onde não sabemos se prestamos atenção no palhaço, no trapezista ou no domador. O desinteresse é inevitável.

Nós temos que aceitar - mas não nos conformar - a dura realidade de termos uma minoria ínfima com consciência política, que não quer dizer ser simplesmente politizado, mas ter a capacidade de digerir as situações difíceis de forma mais ampla e usar o bom senso para apontar saídas, no plural, porque o grande problema hoje é a polarização defendida justamente por aqueles cuja preguiça mental impede que achem soluções fora do messianismo, e abraçam a primeira salvação da Pátria que veem pela frente.

Analisando sob outro prisma, o baixo comparecimento nas manifestações de ontem também pode evidenciar a certeza que a Lava Jato está no rumo certo e que não temos mais que nos preocupar tanto com a impunidade.


Burrocracia: Depois dizem que a vida de empresário é mole...

video

quinta-feira, 23 de março de 2017

quarta-feira, 22 de março de 2017

Bocage e o Dia Internacional da Água

“A Água”

Meus senhores eu sou a água
que lava a cara, que lava os olhos
que lava a rata e os entrefolhos
que lava a nabiça e os agriões
que lava a piça e os colhões
que lava as damas e o que está vago
pois lava as mamas e por onde cago.

Meus senhores aqui está a água
que rega a salsa e o rabanete
que lava a língua a quem faz minete
que lava o chibo mesmo da raspa
tira o cheiro a bacalhau rasca
que bebe o homem, que bebe o cão
que lava a cona e o berbigão.

Meus senhores aqui está a água
que lava os olhos e os grelinhos
que lava a cona e os paninhos
que lava o sangue das grandes lutas
que lava sérias e lava putas
apaga o lume e o borralho
e que lava as guelras ao caralho

Meus senhores aqui está a água
que rega rosas e manjericos
que lava o bidé, que lava penicos
tira mau cheiro das algibeiras
dá de beber ás fressureiras
lava a tromba a qualquer fantoche e
lava a boca depois de um broche.


Bolsonaro tenta dar uma de joão-sem-braço com a grana da JBS, mas se dá mal

Clique para ampliar
A prestação de contas eleitorais acima fui eu mesmo que consultei no TSE e digitalizei. Vejam que há dois lançamentos de R$ 200 mil com o mesmo CNPJ, que é da JBS. A não ser que Bolsonaro apresente o cheque ou o recibo dos R$ 200 mil que diz ter pago ao PP, foram R$ 400 mil que ele embolsou.

Aliás nem que Bolsonaro apresente algum documento nesse sentido sua barra vai ser limpa, já que, mesmo que seja verdade, o que ele fez foi dar uma de joão-sem-braço: recebeu, devolveu e depois pediu o mesmo valor pelo fundo partidário. 

Se Bolsonaro tivesse ficado quietinho e não levantado a própria lebre cagando goma de probo pra dizer que devolveu o dinheiro da JBS, talvez a coisa tivesse passado por hora, porque quando começasse mesmo a campanha presidencial iriam acabar descobrindo.

Vai enganar o cacete! Vejam o rolo que ele fez para explicar o inexplicável:


Esquerda reaça e lesa

Felippe Hermes

Há mais processos trabalhistas no Brasil do que em todo o resto do planeta somados. Nenhum país do mundo cobra tantos impostos sobre o trabalho.

Ainda assim, uma reforma trabalhista que mudasse estes “direitos”, seria veementemente combatida.

Por aqui, nos aposentamos mais cedo do que em qualquer país da OCDE, e gastamos 2 vezes mais com idosos do que com a educação de todos os nosso jovens. Temos os 20% mais ricos do país se aposentando em média 7 anos antes e ganhando 3 vezes mais do que os 50% mais pobres.

Ainda assim, uma reforma previdenciária que mudasse isso esta sendo veementemente combatida em nome dos mais pobres. Não há sequer uma proposta de contrarreforma, apenas negação do debate.

Temos por aqui o pior retorno em impostos de todos os 30 países mais ricos do mundo. Cobramos mais e oferecemos menos do que qualquer outro.

Ainda assim, nenhuma reforma tributária avança no país há 3 décadas, e todas as contrapropostas incluem aumentos de impostos.

Temos a menos taxa de investimento dentre todas as economias emergentes, nosso salário mínimo tem o mesmo poder de compra dos anos 60, e a média de renda da população cresceu 3 vezes menos que outros países emergentes como Chile, Coréia do Sul etc.

Ainda assim, produtividade é papo de burguês.

Temos 3 vezes mais burocratas na área de educação que a média da OCDE, e gastamos mais do que a média dos países latino-americanos mais bem posicionados no ranking do PISA.

Ainda assim, baixa educação é falta de verba.

Pobre do país que convive com uma esquerda reacionária disposta a lutar por leis trabalhistas de 60 anos, pelos privilégios do funcionalismo público, por mecanismos que concentram de renda (vide universidade pública gratuita, o modelo atual de previdência, etc.), e por uma direita que compactua com tudo isso, e aguarda 2018 pacientemente, pois na próxima eleição vai dar certo.


terça-feira, 21 de março de 2017

товарищи отчаянные (camaradas desesperados)

A PF levou o dono de uma daquelas espeluncas patrocinadas pelo PT em condução coercitiva. Trata-se do "tovarishch" Eduardo Guimarães, do PC do B, que responde pelo Blog da Cidadania. Seus "tovarishchi" entraram em desespero. Falam até em sequestro!


Não é só aqui: Milhões de libras de carne de rato sendo vendidas como frango desossado nos EUA

A Food and Drug Administration (FDA) apreendeu e destruiu inúmeros contêineres ilegais da China, no Porto de São Francisco, que continham carne de rato. Depois de uma investigação minuciosa, a FDA descobriu que essa carne deveria ser enviada para diferentes fábricas de processamento de carne em todos os EUA e depois ser vendida como frango. A FDA alertou que pode haver mais 300 mil libras de carne de rato falsificada em restaurantes e supermercados nos EUA. De acordo com Ronal Jones, inspetor da FDA, não é perigoso consumir carne de rato se for devidamente cozida, mas ele também acrescentou que a lei dos EUA proíbe a importação e vendas desse tipo de carne.

Allen James, um dos coordenadores do FBI, afirma que a venda de carne falsa como asas de frango é um grande negócio de dinheiro. Ele disse que no ano passado eles apreenderam grandes quantidades de carne de gambá, importada do México. Allen acrescentou que muitas organizações criminosas sempre procuram maneiras ilegais diferentes de ganhar dinheiro.

Os inspetores da FDA afirmam que não há uma maneira clara como os consumidores podem notar a diferença entre a carne legal e a falsa. Jenny Brookside, porta-voz da FDA, diz que é tarde demais para confiscar algumas das carnes que já está no mercado. Ela também disse que talvez a única maneira dos consumidores determinarem se a carne é frango ou rato é o gosto ligeiramente diferente do que usual. De acordo com um estudo realizado pela FDA em 2014, 36 milhões de libras de carne ilegal falsificada vem sido vendida nos Estados Unidos a cada ano.


segunda-feira, 20 de março de 2017

Perguntar não ofende: Aécio, por que você não assinou pelo fim do foro privilegiado?

Os 41 senadores que assinaram pela urgência do projeto de fim do foro privilegiado:

Acir Gurgacz (PDT-RO)
Álvaro Dias (PV-PR)
Ana Amélia (PP-RS)
Ângela Portela (PT-RR)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Cidinho Santos (PR-MT)
Cristovam Buarque (PPS-DF)
Dário Berger (PMDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)
João Capiberibe (PSB-AP)
José Medeiros (PSD-MT)
José Reguffe (sem partido-DF)
Lasier Martins (PSD-RS)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-GO).
Magno Malta (PR-ES)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Paulo Paim (PT-RS)
Paulo Rocha (PT-PA)
Pedro Chaves (PSC-MS)
Raimundo Lira (PMDB-PB)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Romário (PSB-RJ)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Rose de Freitas (PMDB-ES)
Simone Tebet (PMDB-MS)
Thieres Pinto (PTB-RR)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Waldemir Moka (PMDB-MS)


Para neto de Niemeyer, Marcela esculhambou o Alvorada, já sobre estrela do PT no jardim, nunca disse nada

Trata-se de um panaca igual ao avô.

Deu na Veja

Neto de Oscar Niemeyer, o fotógrafo Kadu Niemeyer vê com bons olhos a recente desocupação do Palácio da Alvorada. Há duas semanas, Michel Temer e a mulher, Marcela, voltaram para o Palácio do Jaburu, onde moravam desde 2011. Em entrevista a VEJA, Temer disse que ele e a esposa sentiam uma energia estranha na casa oficial. Alguns gaiatos aproveitaram para dizer que era o fantasma do arquiteto, irritado com as mudanças que o casal fez no palácio. Kadu diverte-se com a história, mas aproveita para cutucar os Temer. “Eles mexeram nos móveis e colocaram uma tela horrível na sacada. Um desrespeito. Espero que não voltem mais.” E emenda outra queixa: “Ninguém se preocupa com a memória de meu avô. Em 2015, fotografei famosas como Angélica, Cleo Pires e Glória Maria para um livro em homenagem a ele. Ninguém quis patrocinar. Pode?”

Quanto à memória do seu avô, eu me preocupo... em apagá-la, tanto da vida quanto da arquitetura.

domingo, 19 de março de 2017

Magu e Marc: Sou um idiota


Pois é, Magu e Marc... Eu e meus escrúpulos e intempestividades.

Trabalhava na Delfin quando houve a intervenção e tinha excelentes cargo e salários. Administrava a construção de 15 mil unidades residenciais no Rio e estava prestes a ser transferido/promovido para Cotia, onde havia um projeto de 30 mil unidades quando o governo tomou conta. A primeira coisa que o calhorda do interventor Sérgio Alexandre Parente - cabo do DOI-CODI, segundo Ronald Levinsohn - fez foi me minar de todas as maneiras possíveis, inclusive atrasando os pagamentos semanais dos mais de 500 peões da obra que toda sexta-feira me proporcionavam a desagradável tarefa de ter que argumentar com eles - que se reuniam na porta do meu escritório na obra para cobrar, com razão - que a culpa não era minha. A coisa saiu de controle e toda sexta eu tinha que chamar a PM para a minha segurança.

Eu ligava para o seu escritório no prédio da Delfin no Humaitá e ele não me atendia. Fui lá duas vezes e ele mandou dizer que estava ocupado. Na terceira, resolvi fazer plantão na sala de espera e avisei à secretária que assim que a porta da sala do canalha se abrisse eu iria entrar. Assim o fiz e, antes que ele pudesse falar, fui logo dizendo quem eu era e descascando os podres.

Parente, que impávido me escutava (ou não), esperou minha pergunta final sobre como a situação seria resolvida para dizer:

- As coisas são assim e assim vão ficar. Se o senhor não estiver satisfeito, peça demissão.

Por lei ele não podia me demitir.

Idiota o suficiente para não mandar às favas os escrúpulos, respondi:

- Tá pedida!

Com isso, perdi a oportunidade de virar um funcionário da Caixa Econômica (todos os funcionários da Delfin foram transferidos para lá) e hoje gozar de uma bela aposentadoria.

Detalhe: depois fiquei sabendo por engenheiros da obra que Parente botou um sobrinho em meu lugar no dia seguinte, ganhando o dobro do que eu ganhava e fazendo porra nenhuma, já que as obras foram totalmente paralisadas um mês depois.

É mole?

sexta-feira, 17 de março de 2017

Brasil tem 379 empresas estatais federais – Destaque para Dilma, que criou 33!

O Brasil tem 159 empresas estatais federais ativas, segundo o Ministério do Planejamento. São 89 as que têm orçamento próprio de investimento; as demais dependem do Tesouro Nacional. Há outras 220 inativas, com orçamento e pessoal realocados desde 1999. As informações estão disponíveis no site do ministério. Mostram que de cada dez estatais existentes, três foram criadas no período Lula e Dilma. Ambos deram vida a 55 empresas federais em 12 anos, 3 meses e 17 dias de governo. Superaram o governo militar, que criou 43 estatais em 21 anos de ditadura.

O recorde é de Dilma: constituiu 33 estatais (20,7% do total em atividade) durante 5 anos, 3 meses e 15 dias de mandato — fez nascer uma a cada 50 dias de governo. Uma semana antes de a Câmara votar seu afastamento da Presidência, ela criou oito estatais na área de energia eólica. E na semana em que o Senado decidiu o impeachment, fabricou mais cinco.


quinta-feira, 16 de março de 2017

Futucando comunistas

Entrevisto no Face de uma comuna:

Anteontem:

“Greve geral nesta quarta-feira (15/3). E quem não puder faltar ao serviço ou não estiver trabalhando, participe da greve de compras. Não faça compras. Não gaste com nada. Não vá a bares, nem padarias, supermercados, postos de gasolina. Um dia sem a classe trabalhadora comprar. É pra mostrar à elite que é a classe trabalhadora que movimenta a economia desse país. Repassem!”

Hoje:

“Com esse belo ensaio geral de paralização (sic), o que falta pra uma baita de uma GREVE GERAL, a primeira da nossa história?

Perdeu, mané!

terça-feira, 14 de março de 2017

Gilmar Mendes e João Plenário

Separados no nascimento, Gilmar Mendes e João Plenário, o deputado corrupto da Praça É Nossa, estão se juntando agora em defesa da Caixa 2, 3, 4...

Bolsonaretes e petralhas são feitos da mesma matéria fecal

Como sempre me metendo a fogueteiro, opinei em um site sobre "o que você achou da entrevista do Bolsonaro na Folha" mandando a minha opinião já externada aqui no post anterior.

Tá certo que eu carreguei nas tintas, mas o próprio Bolsonaro já é carregado nelas por natureza. Aliás, eu não o xinguei, apenas citei certas constatações óbvias sobre a incapacidade desse cidadão. Mas olhem só o que eu recebi em troca, nos 111 comentários:

Foram 127 curtidas e 111 porradas
  • Gustavo Fernandes Ui tá bravinha
  • Aloísio Gomes Olha ai um seguidor do ruinaldo Azevedo
  • Jorge Henrique pelo visto você acha que PSDB é de direita
  • Joelton Pereira Mano vc fala todo bunitao ai pq nao vai se fuder . E continua votando nos mesmos fdps corruptos de smp. Burro e vc que aperta confirma no mesmo "cara" que te come o rabo todos os anos
  • Gerbison Machado kkkkkkk, seu esquerdista disfarçado, vai ter bolsonaro 2018 sim, aceita que doi menos.
  • Silva Nicolas Falou pouco, mais falou bosta, a bichinha tá com raiva é nega....
  • Renan Silva Olha ela usando xingamento, PSDB não é direita kkkkkkkkkkkkkkk
  • Frank F. Campos Reinaldo Azevedo, é você??? Kkkkkk
  • Stephan Marcel Spiller Thiago Wolff da Costa Bonito discurso fan do Aecio HSAUHSAIUSHAUISAHUISAHUI
  • Mario Souza Thiago de que adianta ser oposição ao PT e ser a favor do PSDB que não passa de um pt azul?
  • Tarcisio Bruno Sinto dizer mas vc é de esquerda
  • Tiago Barbosa Esse é uns daqueles idiotas que só seguem MBL, PSDB, RuiNaldo Azevedo, Kim katacoquinhos. E acham que são de Direita!
  • Fernando Freitas Cagou pela boca com bom português.
  • Marcos Junior Já pensou que vc pode ter sido um dicionário de falar merda na outra vida passada
  • Lucas Ferraz meodeos, acho que esse cara engoliu suas cordas vocais e elas ficaram presas no reto, pq ele ta conversando pela bunda
  • Geovane Lopes Faltou fala: "homofóbico, racista, machista, xenófobo."
  • Gabriel Alves Com todo esse vocabulário requintado em pleno facebook, tá mais pra esquerdinha pagando de cult querendo causar
  • Carlos Fernando De Campos Fake. Foto fake, perfil fake. Um trouxa. Provavelmente pago.por um PT qualquer. Não percam tempo
  • Jeceir Filho Bom mesmo é os do MBL(Movimento dos Bumbuns Livres) que são financiados pelo DEM e PSDB.
  • Renato Lopes Parreira Pra vc "Direita" é FHC e Reinaldo Azevedo?
  • Vitor Serapicos Tentou usar palavras difíceis, e defecou.
  • Daniel Silva vc não é direita e sim um bundão
  • João Ricardo Rampazio Vc de direita? Hahaha Quero saber pq todo mundo que faz federal como você se acha tanto tentando falar difícil para mostrar intelectualidade é só fala merda
  • Felipe Martins Samarzinho Fala mal do Bolsonaro, fala tudo. QUERO VER CHAMAR O HOMEM DE CORRUPTO!!! 23 anos no congresso nenhum projeto aprovado em contrapartida nenhum envolvimento em caso de corrupção.
  • Antonio Carlos Vc é de direita kkkkkk
  • Leonardo Freitas Hahahahaha, que babaca
  • Dinho Ribeiro Halls "Ui eu sou de direita" quem é tu pra falar que bolsonaro é burro? AHAUAHAUAHAUAHAUAHAUAJA
  • Marcelo Miranda Valeria VC é de esquerda, só que encubada...
  • Luis Felipe Sinto cheiro de mortadela
  • Guilherme Bueno Sinto cheiro de rosca queimada kkk
  • Vagner Silva de Amorim Sinto cheiro de petista aqui....
  • Dooug Dal Fiume direita? vc? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sim, sim, psdb vc apoia ne? kkkkkk so pode =P
  • Lucas de Faria Entre Bolsonaro e Lula você vota em quem?
  • Gabriel Pereira Dos Santos Perfil Fake detectado
  • Pedro De Alcantara Bourbon "rematado", "boquirroto", "congenita" , "lhe faz" ui ui iu
  • ora que vocabulario deveras culto, meu exímio senhor. Outorgue que deseje-lhe um envolucro de tecidos cavernosos em sua cavidade anal, tu que decendes de meretriz.
  • Wesley Matos Você votou no Enéas ?
  • Leonardo Almeida Bastos Falou pouco, mas falou merda. A esquerda deve chamar isso aí de argumento. Como tá na moda, vou dizer o que é o MBL do Katacocô e do Holidando: DIREITA NUTELLA, OU NEW PSDB
  • Charles Fontoura Votou no lula este tonto
  • Thiago Virginio Vc não é de direita nem aqui nem na China
  • Lázaro de Carvalho Você é de direita assim como o Lula não sabia de nada kkkkkk
  • Caio Barros O problema dessas acusações e críticas ao Bolsonaro é que não há argumentação pra isso, é o bom e velho xingamento e acabou. Social vem como sinônimo de pessoas, diferente de socialista. Aliás, é bem coerente só chamar de "conservador babaca", com o seu lindo "eh". Não entendo como ele é demagogo, não muda o seu discurso, sua opinião continua a mesma sempre. Diante da falta de argumentação é impossível não defender.
  • Renato Oliveira Eleitor da Dilma arrependido!
  • Felipe Matheus Vai comunista traidor da pátria
  • Andre Callahari Qenga do Dória. .
  • Ryan Viesenteiner Ricardo Froes e essa cara de viado? Sempre foi assim?
  • Vitor Santos Tem muito esquerdista travestido de direita pra fazer a cabeça de muito trouxa.
  • Esroom Almeiidaa Qual foi o de esquerda que conseguiu argumentos pra deixar o Bolsonaro sem resposta? Nunca vi



segunda-feira, 13 de março de 2017

Entrevista de Bolsonaro à Folha, um compêndio de absurdos

Não é por eu ser de direita que vou deixar de classificar Jair Messias Bolsonaro como um rematado idiota, um ignorantão oportunista, demagogo e boquirroto que só serve mesmo para ser motivo de chacota da esquerda, que, por sua burrice congênita, não perde tempo em associar quem lhe faz oposição a essa triste figura.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), 61, promete nomear militares para metade de seu ministério se eleito presidente. Ele atribui seu desempenho –tem 9% das intenções de voto no Datafolha à defesa da violência como meio para combater a violência.

Bolsonaro conversou com a Folha em seu gabinete na Câmara na terça e por telefone na sexta. Disse que nem imprensa nem Supremo “vão me falar o que é limite”.

Ele determinou que um assessor filmasse a entrevista para evitar “deturpações”.

Sua candidatura nem sempre é levada a sério. Qual sua expectativa para 2018?
Quando vou para qualquer capital de Estado, tem no mínimo mil pessoas me esperando. Tenho bandeiras que um presidente pode levar avante e o povo está gostando.
Quem sou eu na política perto de Serra, Aécio, Alckmin, Marina, Ciro? Ninguém. Sou um deputado que vocês chamam de baixo clero. Só que não sou uma coisa antes das eleições e outra depois.

Quais setores o apoiam?
Tenho simpatia enorme das Forças Armadas e auxiliares, do público evangélico.

Parte da comunidade judaica o apoia e parte diz que suas ideias fomentam neonazismo.
Só na cabeça de vocês. Onde tem uma frase minha, um gesto meu, um “heil, Hitler”?

O senhor diz que não defende tortura, mas acusa de vitimização quem a condena.
Quando disse “isso que dá torturar e não matar”, foi uma resposta para os vagabundos aqui que estavam se vitimizando que foram torturados pelos militares. Ninguém é favorável à tortura.

E a métodos de violência para obter informação?
Tem de ter métodos enérgicos. Eu proponho, o Congresso aprova. Ninguém é candidato para ser ditador.

O que é método enérgico?
Tratar o elemento com a devida energia.

Bater?
Qual o limite entre bater e tratar com energia? Não tem limite, pô. O cara senta ali, faz a pergunta, ele responde. Se não responde, bota na solitária. Fica uma semana, duas semanas, três meses, quatro meses... Problema dele.

Com comida?
Dá comidinha para ele, dá. Dá um negocinho para ele tomar lá, um pãozinho, uma água gelada, um brochante na Coca-Cola, tá tranquilo.

O que é brochante?
Calmante, um “boa-noite, Cinderela”.

Acha construtivo adotar um discurso violento?
Você não combate violência com amor, combate com porrada, pô. Se bandido tem pistola, [a gente] tem que ter fuzil.

O sr. não teme ser punido?
Por que seria? Eu tenho imunidade para quê? Sou civil e penalmente inimputável por qualquer palavra. Posso falar o que bem entender, isso é democracia. Já dei soco em alguém, dei tiro, dei coice?

Mas é réu por incitação ao crime de estupro e injúria.
Não vou discutir. Não é a imprensa nem o Supremo que vão falar o que é limite pra mim. Vão catar coquinho, não vou arredar em nada, não me arrependo de nada que falei.

O senhor é a favor que militares assumam postos como, por exemplo, no Congresso?
Pelo voto, pode assumir qualquer coisa. E tenho certeza que a gente vai botar muito militar aqui dentro em 2018.

O senhor já disse ser favorável a fechar o Congresso. Mudou?
Eu demonstrei uma indignação popular. Se você perguntar para o povo, ele diz que tem de fechar o Congresso e tocar fogo. Eu não vou pregar fechar o Congresso nunca. Mas vocês têm que ajudar a mudar isso aí [a qualidade do Legislativo].

O sr. disse que fuzilaria FHC.
Falei pela forma como ele privatizou a Vale do Rio Doce. Lembrei-me do pai dele, quando passamos do Império para a República, quando perguntaram [o que ocorreria] se a família real não fosse embora, ele falou “fuzila a família real”. [O avô de FHC teria dito isso.]

Está valendo?
Não. São metáforas, formas de expressão.

O sr. o admira?
Ele [FHC] está para ganhar o título de princesa Isabel da maconha, porque quer liberar as drogas no Brasil.

E Lula?
Pelo amor de Deus, não vou nem responder [risos].

Como avalia o governo Temer na economia?
A âncora da inflação é a perda de poder aquisitivo, não tem mérito do governo. A legislação trabalhista é completamente madrasta para quem quer empregar. Segundo os empresários, não segundo Bolsonaro, o trabalhador vai ter de decidir: menos direitos e emprego ou todos os direitos e desemprego.

Por que é contra a reforma da Previdência?
Completamente contra. É um remendo de aço numa calça podre. Está muito forte a proposta dele.

É a favor da exclusão dos militares da reforma?
A carreira militar tem tanto privilégio que nenhum deputado tem filho militar.

O senhor tem três filhos no Legislativo.
Não tem nada a ver. Eles viram que o pai sofreu, trabalhava 80 horas por semana [no Exército], com salário lá embaixo. Não queriam essa vida.

E vida de deputado é boa?
É o céu e o inferno. Se bem que vai virar inferno na semana que vem, quando o nome do pessoal vem à tona [na lista de pedidos de inquéritos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base em delações da Lava Jato].

Nas Forças Armadas, não teria de ter reforma previdenciária?
Se nos colocarem os mesmos direitos trabalhistas, vão ver as Forças Armadas em greve, é isso que vocês querem? Não estou pedindo hora extra, só reconhecimento. Na hora da dor de barriga, lembram-se da gente. É Olimpíada, Copa, o problema no Espírito Santo.

E na política, como vê o governo Temer?
Está fazendo tudo para se manter vivo, só isso. Não vou ajudar a desestabilizar, mas não votar tudo o que ele quer. Meu voto não é comprado.

O que acha de Temer ter auxiliares envolvidos na Lava Jato ?
Se eu chegar lá um dia, vou botar militares em metade dos ministérios, gente igual a mim. Ele está botando gente igual a ele. Quer que eu continue? Acho que não precisa.

Na outra metade do ministério, colocaria mulheres, gays?
Eu não vou perguntar, não vou ter cota de lésbica.

Se for uma pessoa publicamente gay?
Se ela for competente, vai ocupar a função, se eu convidar e se ela topar, né... Agora, você não pode fazer da sua opção sexual carteira de trabalho. Você vê a Eleonora Menicucci. Declarou que faz sexo com homens e mulheres e seu grande orgulho é a filha gay. A Dilma a escolheu para secretária de Política para as Mulheres. Você acha que ela representa a minha mãe, dona Olinda, de 89 anos?

Se tivesse alguém que falasse isso que achasse competente, o senhor nomearia?
Não, não, não. Vocês estão desgastando os valores familiares. Daqui a pouco vai virar uma anarquia esse Brasil aí.

E isso não é homofobia?
Se eu sou deputado e te canto agora, você vai se sentir bem? Não, né? Então, o trabalho nosso não tem nada a ver com opção sexual. Você começa a falar por aí “eu sou lésbica” para ver se uma mulher aí simpatiza contigo...

O sr. foi acusado de homofobia e racismo várias vezes.
Sou acusado de tudo, só não de corrupto. Viu algum deputado devolver dinheiro que recebeu de empresário para campanha? Só eu.

O sr. tem um braço direito?
Tenho amigos. Ontem [segunda] almocei com gente do sistema financeiro. Não vou falar quem. Já tive reuniões com variados setores que mexem com bilhões em SP.
O empresariado não quer mais curtir férias na Flórida. Quer ficar no Brasil. Como podemos ajudar a resolver a violência? Não vai ser com política de direitos humanos.

Uma das medidas que o senhor defende é o armamento.
Foram fazer um escracho na minha casa e ameaçaram entrar. Eu falei: “Se entrarem, não sairão”. Agora o Ministério Público quer saber o que é “não sairão”. É atirar neles. Não, “não sairão” é dar cafezinho, água gelada.
Tenho três armas e muito cartucho. Ia embalar e dar balinha para chupar. Entra na minha casa, estupra minha mulher, fode a minha filha, e eu tenho que bater palmas para liberdade de expressão?
Por isso que essa porra desse país está nessa merda aí. E por isso que o pessoal gosta de mim. Eu não estou maluco! E vocês, né, de esquerda, jornalista de esquerda está cheio, né? Vocês estão cavando a própria sepultura.

Karnal, Moro e a paranoia

Não sou admirador de Karnal e por isso estou muito à vontade para afirmar que fazer tanto escândalo por causa da sua foto em um jantar com Moro extrapola o absurdo. Enquanto, de repente, uma foto mágica deixou órfãos aqueles que tinham em Karnal uma referência à esquerda – até agora são mais de sete mil comentários sobre a postagem no Facebook em que ele se justifica por ter retirado a foto que o expurgou do cargo de guru dos esquerdofrênicos –, os comentaristas mais à direita que gostam de procurar pelos em ovos, dar bom dia pra cavalo e bater palmas pra maluco dançar, farta e inexplicavelmente exploram a “retirada estratégica” do carequinha mais pernóstico do Brasil.

Se algum extraterrestre fosse analisar a humanidade por este episódio diagnosticaria que a paranoia é endêmica na Terra.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Vagabundas que pedem respeito simulam Maria abortando Jesus

Essas enfoderadas deveriam estar, no mínimo em um manicômio. Lixos humanos!


quinta-feira, 9 de março de 2017

Enfoderadas do Brasil: galanteio não é assédio!

Não fosse um, “Garota de Ipanema” não teria nascido.

Bar Veloso, 1962:

“Olha que coisa mais linda, Tom...”

“Ela ouviu e riu, Vinicius. Cheia de graça...”


Hoje, além de assediadores sexuais, Tom e Vinicius seriam acusados de pedofilia. Helô tinha 17 anos quando a musica foi composta.

Jararaca em declínio


Todo castigo que as leis permitirem serão poucos para punir o mal que Dirceu fez ao País